Escala de gravidade:  
  (40/100)

Remover Microsoft vírus (Guia remoção) - Livre Instruções

Lucia Danes de escrito por... - - | Digite: Malware

Vírus Microsoft – uma série de ameaças que utiliza indevidamente o nome da Microsoft para furtar dinheiro ou informações pessoais

Vírus Microsoft

“Vírus Microsoft” é o nome atribuído a várias ameaças (fraudes, maioritariamente) que utilizam o logótipo de Microsoft Corporation para provar a sua legitimidade e ganhar a confiança das vítimas. Esta série de malware é composta maioritariamente por aplicações fraudulentas que surgem em sessões de navegação na web, providenciando alertas de segurança falsos para encorajar os utilizadores a telefonarem para supostos técnicos certificados da Microsoft. Adicionalmente, as vítimas são influenciadas a pagar pela assistência; assistência essa que não é verdadeiramente necessária. Esta é a principal razão pela qual os criminosos decidem utilizar indevidamente o nome da empresa.

Devido ao aumento na taxa de potenciais infeções suspeitas e maliciosas que atacam os utilizadores do Windows com a utilização do logótipo original da Microsoft, a própria empresa lançou um guia que inclui todos os tipos de vírus mais populares e como prevenir a entrada de vírus Microsoft e outros programas suspeitos no seu sistema. No entanto, a prevenção consiste maioritariamente em desativar o ficheiro malicioso master.exe, ou outro ficheiro similar, e restaurar as definições predefinidas do browser.

Nome Vírus Microsoft
Tipos Fraudes, ficheiros maliciosos
Malware relacionado
  • PORNOGRAPHIC VIRUS ALERT FROM MICROSOFT
  • VIRUS ALERT FROM MICROSOFT
  • Microsoft Warning Alert
  • Microsoft Edge virus
  • Malicious Microsoft macros
Objetivo Roubar informações pessoais ou dinheiro, injetar malware na máquina alvo
Distribuição As fraudes relacionadas com os vírus Microsoft podem ser causadas por adware ou outros programas potencialmente indesejados, ficheiros maliciosos, ex.: master.exe, são frequentemente iniciadas por anexos em e-mails indesejados (spam)
Browser afetados Os browsers Microsoft Edge, Google Chrome, Internet Explorer, Mozilla Firefox podem ser injetados com extensões maliciosas e outros componentes
Sistema Operativo alvo Windows (todas as versões, como 7, 8, 10, etc.). No entanto, a presença de malware Microsoft é mais comum no Windows 10, uma vez que este é o sistema operativo mais utilizado
Eliminação Descarregue uma ferramenta como o Reimage para detetar as entradas maliciosas e conteúdo potencialmente indesejado na sua máquina infetada. Após a análise, opte por um dos métodos de eliminação (automática/manual)

“Vírus Microsoft” é um termo demasiado abrangente, que agrupa vários PUPs e outras ameaças informáticas. Tipicamente, os criminosos recorrem a burlas com a utilização indevida do nome desta empresa. Este tipo de aplicações maliciosas também são conhecidas como “esquemas fraudulentos de assistência técnica”. Ao providenciar informações falsas acerca de computadores supostamente infetados, os hackers influenciam os utilizadores a telefonarem para o número providenciado.

Caso a vítima decida efetuar a chamada para o número providenciado pela burla, tudo pode acontecer. Assim que os utilizadores entram em contacto com os falsos especialistas, estes podem solicitar detalhes pessoais ou convencer a vítima a instalar software malicioso para a alegada reparação do sistema. Como pode verificar, este tipo de vírus Microsoft pode ser distribuído com intenções duvidosas.

Caso detete a presença de vírus Microsoft no sistema do seu computador, solicitando que efetue uma chamada para um técnico certificado da Microsoft, não digite o número de telefone falso, uma vez que a divulgação de informações pessoais pode significar roubo da sua identidade no futuro. Para além disso, os criminosos poderão encontrar uma forma de aceder remotamente ao seu computador caso revele demasiados detalhes cruciais.

A sua melhor opção é proceder com eliminação de qualquer vírus Microsoft imediatamente após ser infetado com malware ou um PUP. Caso sejam potenciais burlas que interrompem o seu ritmo normal de trabalho, é provável que estas sejam ativadas por um programa de adware no seu computador ou qualquer outro programa suspeito que força a exibição da mensagem fraudulenta enquanto navega pela Internet.

Pode recorrer à ajuda do Reimage para localizar conteúdo malicioso ou suspeito na máquina infetada. Este processo deverá ajudar a remover qualquer vírus Microsoft do seu sistema operativo Windows. Não se surpreenda se encontrar conteúdo malicioso nos seus browsers, tais como o Chrome, Edge, Explorer e Firefox, que necessita de eliminar imediatamente.

Malware baseado na Microsoft
O malware Microsoft é um vírus relacionado como o nome da Microsoft, que surge em computadores Windows e alerta para ameaças fictícias

No entanto, podem existir outras formas de malware perigoso com o nome da Microsoft. Por exemplo, em 2018, foram recebidos vários relatos acerca de conteúdo malicioso (incluindo ransomware e Trojans bastante perigosos) distribuído através de documentos e ficheiros infetados do Microsoft Office.

A deteção de infeções perigosas, especialmente no caso de Trojans e ransomware, significa possíveis danos no sistema. Estes tipos de vírus Microsoft são os mais raros, mas os mais perigosos. Estas infeções podem estar relacionadas com o roubo de informações pessoais, furto de dinheiro, danos permanentes em software crucial e utilização abusiva de recursos do sistema.

Adicionalmente, estas versões de vírus Microsoft são distribuídas via documentos infetados, anexados em e-mails indesejados (spam). É bastante importante analisar todas as mensagens eletrónicas recebidas, incluindo os seus anexos, caso estas escondam quaisquer objetos maliciosos. Todo o cuidado é pouco.

Versões mais populares de vírus Microsoft

PORNOGRAPHIC VIRUS ALERT FROM MICROSOFT

PORNOGRAPHIC VIRUS ALERT FROM MICROSOFT (ALERTA DE VÍRUS PORNOGRÁFICO DA MICROSOFT) é considerado como uma fraude de assistência técnica que fornece alertas falsos, tais como a presença de danos no sistema, quando visita websites relacionados com pornografia, com o objetivo de receber chamadas dos utilizadores.

No momento em que o esquema fraudulento PORNOGRAPHIC VIRUS ALERT FROM MICROSOFT surge no ecrã do seu computador, será impossível não reparar. A mensagem falsa afirma que o computador se encontra bloqueado e que os utilizadores necessitam de telefonar para o número de telefone providenciado para obterem ajuda. NÃO TELEFONE para este número, uma vez que os hackers poderão tentar roubar o seu dinheiro através da compra de software inútil ou enganá-lo para que forneça os seus dados pessoais.

Esquema fraudulento ALERTA DE VÍRUS PORNOGRÁFICO DA MICROSOFT

VIRUS ALERT FROM MICROSOFT

VIRUS ALERT FROM MICROSOFT (ALERTA DE VÍRUS DA MICROSOFT) é outro esquema fraudulento, bastante semelhante ao exemplo anterior. Esta mensagem também afirma que o computador se encontra bloqueado devido a uma infeção maliciosa e que a única forma de reparar os danos envolve contactar a linha de assistência falsa da Microsoft. Este número de assistência técnica também é falso.

Caso leia a mensagem, saberá que este vírus Microsoft alega vários acontecimentos estranhos, como por exemplo, que o seu computador está a espalhar malware pela Internet, se encontra a executar programas desconhecidos de entidades terceiras, o seu sistema foi hackeado ou que os falsos especialistas bloquearam o seu computador por questões de segurança. NÃO ACREDITE nestas afirmações, pois são apenas MENTIRAS.

Esquema fraudulento do ALERTA DE VÍRUS MICROSOFT

Microsoft Warning Alert

Microsoft Warning Alert (Alerta Microsoft), também conhecido como Microsoft Spyware Alert, é uma fraude de assistência técnica que providencia um “alerta crítico”, influenciando os utilizadores a contactarem o número 0-800-046-5729 para obterem ajuda imediata. Os hackers afirmam que se a janela for encerrada, o sistema será desativado.

Este tipo de criminosos continua a tecer a sua teia de mentiras. Afirmam que os danos e erros surgiram por influência de spyware e riskware presente em websites de conteúdo pornográfico. No entanto, o verdadeiro risco presente neste vírus Microsoft é contactar o número falso de assistência técnica, pois os supostos “técnicos” tentarão roubar as suas informações pessoais ou explorar o seu sistema para disseminarem malware.

Vírus de Alerta de Perigo da Microsoft

Vírus Microsoft Edge 

O vírus Microsoft Edge é considerado como conteúdo potencialmente indesejado, com o objetivo de assustar as vítimas em prole de lucro. A mensagem surge como um alerta da Firewall e afirma que vários dados se encontram em risco, devido a uma infiltração secreta de um vírus informático. Telefonar para a linha de assistência técnica da Microsoft é listada como a única forma de evitar a possível fuga dos seus dados.

Caso receba uma mensagem de um vírus Microsoft, não acredite nas suas afirmações. A nota alega que certos dados, tais como as suas credenciais, informações bancárias, logins de Facebook e Skype, várias palavras-passe e endereços de e-mail serão facilmente obtidos caso não resolva o problema imediatamente.

Para além disso, os criminosos ameaçam os utilizadores através da mensagem falsa do vírus Microsoft, dizendo que os suas fotografias e vídeos privados podem ser divulgados. No entanto, os potenciais criminosos poderão apresentar a capacidade de aceder remotamente à sua webcam. Aviso: não acredite nesta informação, pois esta mensagem é providenciada apenas por criminosos.

Vírus Microsoft Edge

Microsoft Critical Alert

“Microsoft Critical Alert” (“Alerta Crítico da Microsoft”) surge como outra aplicação fraudulenta que utiliza indevidamente o nome da Microsoft Corporation. Tal como nos exemplos anteriores, este alerta convence os utilizadores a contactarem o número de Assistência Técnica da Microsoft 1-855-813-2335. A notificação suspeita apresenta um Alerta do Sistema Windows, afirmando que o sistema do computador se encontra infetado ou bloqueado.

Adicionalmente, os criminosos anunciam que a única forma de remover o erro e desbloquear o sistema é contactar a linha de assistência técnica. No entanto, recomendamos que NÃO CONTACTE o número providenciado, uma vez que o vírus “Microsoft Critical Alert” não providencia qualquer informação relevante ou sequer verdadeira. Este vírus Microsoft poderá influenciá-lo a revelar informações pessoais no momento em que contactar os seus criadores.

Vírus Microsoft Security Essentials Alert 

O vírus Microsoft Security Essentials Alert (Alerta da Microsoft Security Essentials), também conhecido como Hicurdismos, é outra fraude de apoio técnico. Esta notificação enganadora surge quando um executável infecioso monitoriza processos maliciosos em plano de fundo. Após influenciar os utilizadores a instalarem e abrirem um ficheiro com o nome “setup.exe”, o vírus providencia um ecrã de erro BSoD (ecrã azul) falso.

Note que os erros BSoD legítimos desaparecem normalmente após reiniciar o sistema. No entanto, os criminosos responsáveis pela fraude Microsoft Security Essentials Alert insistem que ligue para a linha falsa de Assistência Técnica da Microsoft (1-800-418-4202), de forma a receber alguma informação para resolver o problema. Não aconselhamos qualquer forma de contacto com estes criminosos, mesmo que estes tentem apresentar erros aparentemente legítimos.

O vírus Microsoft consegue monitorizar algumas ações diferentes, apenas para tentar convencer os utilizadores de que o problema existe verdadeiramente. Estes tipos de atividades incluem a desativação de todos os processos no Gestor de Tarefas, preenchendo totalmente o seu ecrã com o erro BSoD e impedindo o acesso a quaisquer aplicações, para além de desativar o cursor do seu rato.

O seu Computador Windows (Microsoft) foi bloqueado

O seu Computador Windows (Microsoft) foi bloqueado é uma mensagem enganadora que atinge frequentemente os utilizadores Windows. Esta notificação também afirma coisas fictícias para iludir os utilizadores a solicitarem ajuda através do contacto de telefone. Em primeiro lugar, a mensagem nociva afirma que o sistema inclui um erro e que existe a possibilidade dos browser serem invadidos.

Entretanto, a aplicação com o esquema fraudulento “O seu Computador Windows (Microsoft) foi bloqueado” torna-se ainda mais assustadora quando as mensagens alertam para o potencial perigo de roubo dos seus dados pessoais e credenciais. É possível ler que as credenciais e dados bancários, autenticações de e-mail, Facebook, e outras redes sociais populares e vídeos privados encontram-se em risco de exposição.

A Microsoft Corporation bloqueou o seu PC

Esquema fraudulento de Apoio da Microsoft

A Microsoft Corporation bloqueou o seu PC pertence às categorias de programa potencialmente indesejado, scareware e esquemas fraudulentos de apoio técnico. Todos estes links se devem às mensagens fictícias que têm o objetivo de iludir pessoas, surgindo de forma questionável nos navegadores web.

As reivindicações do esquema fraudulento “A Microsoft Corporation bloqueou o seu PC” são muito similares a outras mensagens fraudulentas. Inicia-se com o facto de iludir os utilizadores de que existe a possibilidade de danificar o sistema, relacionado à exposição de componentes tais como palavras-passe, informações bancárias e fotografias que são mantidas erradamente no computador ameaçado.

Como uma solução, os hackers providenciam um número da Microsoft que supostamente resolve todos os problemas. Telefonar para estes indivíduos não deve ser uma opção. Preste atenção, porque tais mensagens ilusórias do vírus Microsoft podem ser encontradas em qualquer local, especialmente enquanto visita fontes terciárias. O que necessita de fazer é eliminar totalmente todo o conteúdo potencialmente indesejado do sistema.

Erro Microsoft: Erro Desconhecido no Sistema

Erro Microsoft: Erro Desconhecido no Sistema é considerado como scareware e scamware que se infiltra nos sistemas via aplicações de adware ou outros programas potencialmente indesejados. O principal objetivo desta mensagem questionável é provocar os utilizadores a ligarem para linhas de apoio fictícias e tentarem extorquir dinheiro por ferramentas de segurança desonestas ou informações pessoais.

Note que evitar o vírus “Erro Microsoft: Erro Desconhecido no Sistema” é o melhor que pode fazer. Caso a notificação seja exibida apenas em websites particularmente desprotegidos, encerrar a janela do navegador e nunca aceder novamente à página web poderá ser necessário para prevenir o aparecimento repetitivo do esquema fraudulento.

A Microsoft detetou uma atividade suspeita

A Microsoft detetou uma atividade suspeita é um esquema fraudulento de apoio técnico que opera utilizando o mesmo princípio de outras aplicações fraudulentas. Os hackers fingem pertencer ao apoio técnico da Microsoft e anunciam as atividades questionáveis que se encontram ativas no sistema operativo do utilizador. Estes indivíduos também relatam tentativas fictícias de furto de informações de caráter sensível e detalhes bancários.

Não existe qualquer forma de confiar nesta aplicação fraudulenta. “A Microsoft detetou uma atividade suspeita” é um vírus fictício da Microsoft que o incomoda para extorquir os seus dados pessoais e dinheiro. O processo de eliminação poderá incluir ferramentas de antivírus ou passos manuais. No entanto, não se esqueça de eliminar o adware ou outro PUP que provoque o aparecimento deste esquema fraudulento.

Esquema fraudulento de apoio técnico da Microsoft

Valide a cópia do seu Microsoft Windows

Valide a cópia do seu Microsoft Windows – uma fraude de apoio técnico afirmando que uma determinada cópia do Windows não passou no processo de validação genuína. Para receber a cópia original, os utilizadores recebem instruções para clicar no botão “Atualizar Agora” e telefonarem para o número de assistência gratuito e obterem ajuda.

No entanto, recomendamos não clicar no botão, nem telefonar para o número falso providenciado, uma vez que isso poderá causar alguns problemas. Por exemplo, poderá ser influenciado a pagar pela licença falsa de um software de segurança ou providenciar detalhes sensíveis sobre si e o seu computador. Elimine o adware que suporta este vírus Microsoft e as notificações deverão parar.

Microsoft.windowssupport0901.online

Microsoft.windowssupport0901.online é uma mensagem fraudulenta que alerta para um erro com o código 00x04C08. Adicionalmente, a notificação reporta a deteção de um tipo de partição inválido ou não suportado e que alguns downloads maliciosos efetuados se encontram relacionados com alguns problemas no sistema.

Como solução, os criminosos providenciam um número de apoio técnico e o código B2957E para identificação. A eliminação do vírus Microsoft.windowssupport0901.online deve ser a sua única prioridade. Eliminar o adware causador desta tentativa de fraude deve resolver o problema.

Microsoft.com-input11.info

Os anúncios pop-up do Microsoft.com-input11.info surgem quando o adware inicia o seu ataque ao sistema do computador. Estes tipos de notificações podem surgir enquanto navega em redes de entidades terceiras ou podem ser provocados por programas de adware. Assim que o esquema fraudulento surge no ecrã da máquina da vítima, este começa a questionar a legitimidade dos browsers e a relatar um determinado nível de perigo no computador.

Para além disso, os números de telefone +1-844-313-5529, +1-800-610-8993, +1-866-507-946, ou +1-855-336-5598 são providenciados como forma de contactar os especialistas da assistência técnica. Não deve acreditar nestas afirmações falsas, uma vez que nenhum dos erros relatados é real. Pode confirmar estas afirmações, analisando completamente o seu sistema com um software anti-malware.

Perigo adicional em ficheiros Microsoft Office infetados

Os especialistas em segurança informática divulgaram um relatório relacionado com documentos Microsoft Office infeciosos, espalhados pelo ciberespaço com malware. Durante o mês de setembro de 2018, os ficheiros Microsoft Office maliciosos constituíram uma das principais formas de distribuição de vírus, que ajudou os criminosos a distribuir facilmente software malicioso para os computadores de vários utilizadores.

As macros maliciosas inseridas nestes ficheiros transportam uma variedade enorme de ameaças. As mais populares incluem o GandCrab ransomware (uma das ameaças de encriptação de ficheiros mais populares ao longo da história do malware), AZORult Trojan horse, Chanitor, e Geodo.

Os documentos Microsoft Office infeciosos, com aspeto aparentemente legítimo, são espalhados com a utilização de uma das técnicas mais populares de distribuição de malware – correio não solicitado (spam). Este tipo de macros infetadas são anexadas a uma mensagem maliciosa e executadas com apenas um clique. Em seguida, o payload malicioso pode ser plantado com sucesso na máquina alvo.

Fontes de distribuição e dicas de prevenção (PUPs)

De acordo com os especialistas em tecnologia e vírus da Virusai.lt, os programas potencialmente indesejados são capazes de se disseminarem através de diferentes tipos de fontes terciárias e conjuntos de software (bundles). Falando em bundling, é possível prevenir tais atividades, utilizando apenas fontes fidedignas para efetuar os seus downloads, e optando pela configuração Personalizada durante a instalação.

Deverá ter especial atenção com conteúdo suspeito, tais como publicidade e hiperligações que encontre enquanto navega pela web. Se alguma vez entrar num website questionável e considerar que este pode estar infetado com algum malware estranho, como por exemplo qualquer vírus Microsoft, encerre e não volte a visitar a página.

Adicionalmente, é recomendável efetuar check-ups regulares ao seu sistema, especialmente depois de visitar páginas potencialmente carregadas com malware. Optar pela utilização de uma ferramenta de segurança fidedigna irá garantir a proteção total do seu sistema. Para além disso, quanto mais medidas de proteção tiver o seu antivírus, mais avançada será a segurança da sua máquina.

Instruções de eliminação para diferentes tipos de malware Microsoft

Caso o nome respeitável da Microsoft seja indevidamente utilizado por um criminoso e se encontrar algum tipo similar de malware presente no seu sistema, deverá remover o vírus Microsoft do seu computador Windows sem qualquer hesitação. O tipo mais popular destes vírus consiste em aplicações fraudulentas, que podem ser introduzidas por adware ou outros programas potencialmente indesejados. 

Caso receba mensagens duvidosas e alertas supostamente enviados pela Microsoft, é possível eliminá-los com a ajuda de ferramentas automáticas especializadas na eliminação de adware, ou pode utilizar o guia passo-a-passo providenciado abaixo. Estas instruções irão ajudá-lo a eliminar totalmente um vírus Microsoft do seu sistema operativo Windows.

Adicionalmente, ficará a saber como remover componentes adicionais, relacionados com o vírus Microsoft, dos seus browsers web. Tenha cuidado com aplicações suspeitas que, após serem aprovadas, podem injetar extensões, plug-ins e add-ons maliciosos. Isto inclui a limpeza de browsers, como o Google Chrome, Mozilla Firefox, Internet Explorer e Microsoft Edge.

Agora é possível reverter automaticamente os danos causados pelos vírus, com a ajuda de um destes programas: Reimage, SpyHunter 5Combo Cleaner, Malwarebytes. Recomendamos estas aplicações porque são capazes de detetar programas potencialmente indesejados e vírus, incluindo todos os ficheiros e entradas no registo associados ao malware.

Oferta
faça agora!
Baixe
Reimage (software de remoção) Felicidade
garantida
Baixe
Reimage (software de remoção) Felicidade
garantida
Compatível com Microsoft Windows Supported versions Compatível com OS X Supported versions
O que fazer se falhou?
Caso não consiga reverter os danos causados pelo vírus com o Reimage, submeta uma questão à nossa equipa de apoio e providencie o maior número de detalhes possível.
Recomendamos o Reimage para reverter os danos causados pelo vírus. Scanner gratuito permite que você verifique se o seu PC está infectado ou não. Se você precisar remover malwares, você tem que comprar a versão licenciada do Reimage ferramenta remoção de malware.

Guia de remoção manual de virus Microsoft:

Remover Microsoft de Windows sistemas

Limpe o seu sistema operativo Windows de todas as ameaças ou conteúdo malicioso. Utilize estes passos para alcançar o seu objetivo:

  1. Clique Start Control Panel Programs and Features (Se tu és um utilizador de Windows XP, clique em Add/Remove Programs). Clique 'Start -> Control Panel -> Programs and Features' (Se tu és um utilizador de 'Windows XP', clique em 'Add/Remove Programs').
  2. Se é um utilizador de Windows 10 / Windows 8, então clique com o botão direito do rato no canto inferior esquerdo do ecrã. Assim que Quick Access Menu aparecer, selecione Control Panel e Uninstall a Program. Se é um utilizador de 'Windows 10 / Windows 8', então clique com o botão direito do rato no canto inferior esquerdo do ecrã. Assim que 'Quick Access Menu' aparecer, selecione 'Control Panel' e 'Uninstall a Program'.
  3. Desinstalar Microsoft e programas parecisod
    Aqui, procure Microsoft ou outro programa suspeito intalado recentemente.
  4. Desintale e clique OK para salvar estes ajustes Botão direito do mouse em cada um entradas suspeitas e selecione 'Uninstall'

Remover Microsoft de Internet Explorer (IE)

  1. Remover Complementos perigosos
    Abrir Internet Explorer, clique no ícone da engrenagem (menu de IE) no canto superior direito do navegador e escolha Manage Add-ons. Clique no ícone do menu e selecione 'Manage add-ons'
  2. Você verá uma janela do Manage Add-ons. Aqui, olhe para Microsoft e outros plugins suspeitos. Desativar essas entradas clicando em Disable Botão direito do mouse em cada um entradas maliciosas e selecione 'Disable'
  3. Alterar sua página inicial se foi alterada pelo vírus:
    Clique no ícone da engrenagem (menu) no canto superior direito do navegador e selecione Internet Options. Fique em aba de General.
  4. Aqui, remover URL malicioso e digite o nome de domínio preferível. Clique em Apply para salvar as alterações. Excluir URL malicioso, digite seu nome de domínio desejado e clique em 'Apply' para salvar as alterações
  5. Reset Internet Explorer
    Clique novamente no ícone de engrenagem (menu) e selecione Internet options. Ir para aba Advanced
  6. Aqui, selecione o Reset.
  7. Quando na nova janela, verificação de Delete personal settings e selecione Reset novamente para concluir a remoção de Microsoft. Vá para aba 'Advanced' e clique no botão 'Reset'. Agora selecione 'Delete personal settings' e clique no botão 'Reset' novamente

Remover Microsoft vírus de Microsoft Edge

Se o Microsoft Edge for infetado com algum tipo de vírus ou programa potencialmente indesejado, é possível remover todo o conteúdo desagradável com a ajuda deste guia:

Redefinir configurações de Microsoft Edge (método 1):

  1. Lançamento do Microsoft Edge app e clique em More (três pontos no canto superior direito da tela).
  2. Clique em Settings para abrir mais opções.
  3. Uma vez que abre Settings, clique em Choose what to clear botão sob Clear browsing data opção. Vá para Configurações e selecione 'Choose what to clear'
  4. Aqui, selecione Tudo o que você deseja remover e clique em Clear. Selecione o botão 'Clear'
  5. Agora você deve clique com o botão direito do mouse sobre o botão Start (logotipo do Windows). Aqui, selecione Task Manager. Abrir o menu Iniciar e seleccione 'Task Manager'
  6. Quando em Processes guia, pesquisar Microsoft Edge.
  7. Clique com o botão direito do mouse sobre ela e escolha Go to details opção. Se não consigo ver Go to details opção, clique em More details e repita os passos anteriores. Clique com o botão direito do mouse em 'Microsoft Edge' e seleccione 'Go to details' Selecione 'More details' se 'Go to details' opção falhar
  8. Quando Details guia mostra, encontre cada entrada com Microsoft Edge nome em ti. Clique com o botão direito do mouse sobre cada um deles e selecione End Task para terminar estas entradas. Encontrar entradas do Microsoft Edge e seleccione 'End Task'

Resetting Microsoft Edge navegador (método 2):

Se o Método 1 falhou para ajudar você, você precisa usar uma borda avançada método de reinicialização total.

  1. Nota: você precisa para fazer backup dos seus dados antes de utilizar esse método.
  2. Encontrar esta pasta no computador: C:\Users\%username%\AppData\Local\Packages\Microsoft.MicrosoftEdge_8wekyb3d8bbwe.
  3. Seleccionar cada entrada que é salva e clique com o botão direito do mouse com o mouse. Em seguida, Delete opção. Vá para Microsoft Edge pasta no seu computador, clique com o botão direito do mouse em cada entrada e clique em 'Delete'
  4. Cliquem no butão Start (windoes logo) e escreva window power na linha Search my stuff
  5. Encontrar o Windows PowerShell, clique com o botão direito e selecione 'Run as administrator'
  6. Depois que o Administrador: Windows PowerShell janela mostra, cole esta linha de comando após PS C:\WINDOWS\system32> e pressione Enter:
    Get-AppXPackage -AllUsers -Name Microsoft.MicrosoftEdge | Foreach {Add-AppxPackage -DisableDevelopmentMode -Register $($_.InstallLocation)\AppXManifest.xml -Verbose}
    Copiar e colar um comando necessário e pressione 'Enter'

Depois que essas etapas forem terminar, Microsoft deve ser removida de seu Microsoft Edge browser.

Remover Microsoft de Mozilla Firefox (FF)

  1. Remover extensões perigosas
    Abrir Mozilla Firefox, clique no ícone do menu (canto superior direito) e selecione Add-ons Extensions. Clique no ícone do menu e selecione 'Add-ons'
  2. Aqui, selecione Microsoft e outros plugins questionáveis. Clique Remove para excluir essas entradas. Selecione 'Extensions' e procure por entradas maliciosas. Clique 'Remove' para se livrar de cada um deles
  3. Reset Mozilla Firefox
    Clique no Firefox menu no canto superior esquerdo e clique sobre o ponto de interrogação. Escolha aqui, Troubleshooting Information. Clique no ícone do menu e, em seguida, em '?'. Selecione 'Troubleshooting Information'
  4. Agora você verá Reset Firefox to its default state mensagem com botão de Reset Firefox. Clique neste botão para várias vezes e completa Microsoft remoção. Clique no botão 'Reset Firefox' por um par de vezes

Remover Microsoft de Google Chrome

Remover conteúdo suspeito do Google Chrome poderá não ser assim tão difícil, caso execute estes passos exatamente como demonstrado nas instruções:

  1. Excluir plugins malicioso
    Abrir Google Chrome, clique no ícone do menu (canto superior direito) e selecione Tools Extensions. Clique no ícone do menu. Selecione 'Tools' e 'Extensions'
  2. Aqui, selecione Microsoft e outros plugins malicioso e ícone lixeira selecione excluir essas entradas. Procure entradas maliciosas e apagar cada um deles clicando no ícone Trash bin
  3. Clique no ícone do menu novamente e escolha Settings Manage Search engines na seção Search Quando em 'Settings', selecione 'Manage search engines...'
  4. Quando em Search Engines..., remover sites de busca maliciosos. Você deve deixar apenas o Google ou o seu nome de domínio de sua preferência. Clique 'X' para remover URLs maliciosos
  5. Reset Google Chrome
    Clique no ícone de menu no canto superior direito de seus Google Chrome e selecione Settings
  6. Role para baixo até o final da página e clique no Reset browser settings. Quando em 'Settings', vá até o botão 'Reset browser settings' e clique nela
  7. Clique Reset para confirmar esta acção e completa remoção Microsoft Clique no botão 'Reset' para completar a sua remoção

Sobre o autor

Lucia Danes
Lucia Danes - Pesquisador de vírus

Se este guia de remoção livre ajudou você e você está satisfeito com o nosso serviço, por favor, considere fazer uma doação para manter este serviço vivo. Mesmo uma quantidade menor será apreciada.

Contato do Lucia Danes
Sobre a empresa Esolutions

Fonte: https://www.2-spyware.com/remove-microsoft-virus.html

Guias de remoção em outras línguas