Remover Mac vírus (Guia remoção) - Jul 2019 actualização

Guia de remoção de virus Mac

O que é Vírus Mac?

Vírus Mac – infeção informática que exibe anúncios, reencaminha os utilizadores para websites suspeitos e recolhe informações pessoais

Vírus Mac - O seu Mac está infetado com 3 vírus

“Vírus Mac” é um termo utilizado para descrever infeções especificamente criadas para os sistemas operativos Mac e inclui adware, sequestradores de navegador, trojans, backdoors e outro tipo de malware. Enquanto que as infeções moderadas podem ser apenas um pequeno incómodo, ameaças como o OSX/Shlayer conseguem instalar furtivamente programas indesejados, desativar o agente de segurança Gatekeeper e comprometer a segurança online da vítima.

A maioria dos utilizadores nem repara na presença de vírus Mac, uma vez que as ameaças mais perigosas são criadas de forma a prevenir que os utilizadores as detetem imediatamente. No entanto, se o seu Mac exibir um comportamento estranho, como por exemplo, caso veja aplicações como o Advanced Mac Cleaner instalada sem o seu consentimento, ou se o Google Chrome, Safari ou outro browser apresentar anúncios de forma contínua, é provável que a sua máquina tenha sido alvo de um vírus Mac.

No entanto, determinados comportamentos do computador, como diminuições de velocidade, podem estar associados a quaisquer infeções e problemas de configuração, ou são meramente causados por software desatualizado. Portanto, é importante saber se o seu sistema se encontra verdadeiramente infetado, e caso esteja – a eliminação do respetivo vírus Mac deve ser conduzida imediatamente para evitar consequências adicionais, como infeções de malware, perda de dinheiro ou até roubo de identidade.

Nome Vírus Mac
Tipo Adware, sequestradores de navegador, scareware, spyware, trojans, ransomware, droppers, criptomineradores, e outro malware
Sistemas alvo macOS, Mac OS X, iOS
Métodos de distribuição Bundling de software (agrupamento), atualizações falsas do Adobe Flash, e-mails indesejados (spam), websites hackeados, websites de torrents, etc.
Fatores de risco Instalação de outro malware, recolha de dados sensíveis, reencaminhamentos para websites de phishing e outras páginas fraudulentas, perda de dinheiro, roubo de identidade ou burla, etc.
Eliminação Em alguns casos, a proteção integrada do sistema não é suficiente para eliminar o malware Mac. Portanto, instale uma ferramente de segurança fidedigna e efetue uma análise completa ao sistema
Recuperação Para restaurar o funcionamento normal do macOS após a infeção do vírus, utilize o ReimageIntego

Dependendo do tipo de infeção, os vírus Mac conseguem utilizar uma variedade de métodos para se infiltrarem no sistema. Tipicamente, adware e sequestradores de navegador são distribuídos como plugins para os seus browsers, ou aplicações integrais que fingem ter algum tipo de utilidade – este tipo de ameaças é designado como scareware pelos especialistas em segurança informática. No entanto, formas mais severas de malware são tipicamente propagadas com a ajuda de métodos mais sofisticados, tais como:

  • Websites hackeados;
  • Atualizações falsas (especialmente do Adobe Flash ou Java, que foi eventualmente rejeitado pela Apple em 2012);
  • Websites de torrents;
  • Correio indesejado (spam);
  • Exploits, etc.

Estes métodos são normalmente utilizados por ameaças mais perigosas, tais como backdoors, RATs, ransomware, cryptojackers, e muitas outras.

Para descobrir se o seu Mac está infetado, deverá efetuar uma análise ao sistema com um software de segurança fidedigno, tal como o SpyHunter 5Combo Cleaner ou Malwarebytes e remover definitivamente o vírus Mac. Em outros casos, no entanto, é possível eliminar manualmente programas potencialmente indesejados, embora não seja regra geral. Finalmente, caso encontre uma infeção, extermine-a e analise o seu sistema com o ReimageIntego – este programa consegue restaurar as operações do Mac e corrigir quaisquer erros provocados pelo vírus.

O mito “os vírus Mac não existem” foi desfeito

Durante vários anos, vários utilizadores acreditavam que os Macs não poderiam ser infetados por vírus, simplesmente pela forma como a máquina e o seu sistema foram desenhados. Sim, o seu dispositivo não permitirá a instalação de aplicações provenientes de outros locais exceto da App Store oficial, pelo menos por predefinição. Para além disso, ferramentas de proteção integradas, como a Xprotect, impedem a entrada de software malicioso.

Porém, os vírus Mac existem, e são capazes de ultrapassar as medidas de segurança da Apple, à medida que os hackers desenvolvem malware cada vez mais sofisticado. É verdade que os sistemas Mac não são tão vulneráveis a infeções como as máquinas Windows, mas não são completamente imunes a vírus. Infelizmente, existem centenas, se não milhares de utilizadores Mac que ainda acreditam que o sistema é infalível e imune a infeções, e ignoram todas as medidas básicas de segurança.

Eliminação de vírus MacVírus Mac é um tipo de malware que infeta Macs e pode resultar em perda de dinheiro, instalação de software falso e até roubo de identidade

Embora os vírus Mac sejam geralmente um acontecimento raro, casos de adware e phishing relacionados com Mac aumentaram drasticamente ao longo dos anos. Em 2019, a percentagem de infeções em sistemas Mac aumentou em 60%, comparativamente ao ano anterior, e foi registado um aumento de 270% entre 2016 e 2017. Portanto, não ignore os alertas dos especialistas em cibersegurança e proteja adequadamente a sua máquina contra ataques – instale software de segurança, mantenha o seu dispositivo atualizado e aplique medidas preventivas ao instalar novas aplicações ou enquanto navega na web.

As ferramentas falsa de otimização do Mac estão mais ativas

Um dos exemplos mais comuns de vírus Mac é o software falso de otimização do sistema, também conhecido como scareware. Estas ferramentas são criadas para enganar deliberadamente os utilizadores, fazendo-os acreditar que as suas máquinas se encontram em perigo, afirmando que existem várias infeções de vírus ou acusando falsos positivos..

No entanto, o principal objetivo deste software é fazer com que os utilizadores paguem pela versão completa, em vez de os ajudar verdadeiramente a corrigir os erros nos seus computadores. Na verdade, para além de não cumprirem as suas promessas, as ferramentas falsas de otimização do sistema podem interromper o funcionamento normal do Mac, eliminando ficheiros necessários ou afetando outros elementos do sistema.

Abaixo encontrará as versões mais predominantes de vírus Mac, relacionadas com a categoria de scareware – garanta a exterminação de qualquer programa deste tipo, caso se infiltrem no seu sistema.

Advanced Mac Cleaner

O Advanced Mac Cleaner é um dos mais infames vírus Mac à solta – é instalado no sistema através de bundles de software, atualizações falsas do Adobe Flash, ou infiltrado por outro malware, como o trojan Shlayer.

O Advanced Mac Cleaner é um software especialmente desenhado para Macs e pertence à categoria de scareware. Estes programas potencialmente indesejados focam-se tipicamente em burlar os utilizadores, obrigando-os a adquirirem a versão completa da aplicação. Publicitado como “otimizadores de sistema”, este tipo de ferramentas exibe normalmente resultados falsos nas suas análises, alertando para a presença de infeções perigosas no computador ou outras discrepâncias no sistema que necessitam de correção imediata.

Com bastante frequência, os utilizadores são assustados com temporizadores específicos, texto a vermelho e outros truques de engenharia social. Enquanto a maioria dos utilizadores experientes conhece o aspeto e operações do esquema fraudulento, utilizadores mais idosos ou outros que não se encontrem familiarizados com o mundo da informática poderão acreditar nas suas mentiras e acabar por gastar dinheiros em software inútil, como o Advanced Mac Cleaner.

Vírus Mac Advanced Mac Cleaner

Mac Auto Fixer

O Mac Auto Fixer é outra aplicação de scareware que opera de forma bastante similar a todos os esquemas fraudulentos de assistência técnica criados para Mac. Desenvolvido pela PCVARK, um dos developers de software mais polémicos da atualidade, a aplicação é promovida como uma ferramenta capaz de limpar e aumentar a velocidade do computador Mac, mas na verdade é apenas um otimizador de sistema falso, criado para burlar os utilizadores e fazer com que estes comprem a sua versão completa.

O Mac Auto Fixer é um tipo de vírus Mac que não irá otimizar, limpar, ou melhorar o desempenho do seu computador. Na verdade, o software é frequentemente incluído em websites fraudulentos que alertam para infeções falsas – os utilizadores são tipicamente reencaminhados para este tipo de websites através de adware – um tipo de programa potencialmente indesejado que se foca em exibir anúncios em todos os websites que visita.

Portanto, caso detete o Mac Auto Fixer a executar análises espontâneas ao seu computador, é melhor remover imediatamente o programa. Embora a ferramenta não seja perigosa, poderá resultar na perda de dinheiro e continuar a alertá-lo para infeções de vírus não existentes.

Mac Tonic

O Mac Tonic é outro otimizador de sistema falso e um programa potencialmente indesejado criado para sistemas operativos Mac. Embora vários utilizadores detetem esta aplicação nos seus computadores após a instalação de freeware (software gratuito) ou shareware (software partilhado), a aplicação é famosa por viajar através de atualizações falsas do Adobe Flash e Adobe Shockwave.

A aplicação apresenta o comportamento comum de um PUP:

  • é instalado sem conhecimento do utilizador;
  • efetua análises imediatas ao sistema, alertando para a presença de vários problemas e infeções;
  • solicita aos utilizadores que comprem a sua versão completa para corrigir os problemas na sua máquina;
  • exibe anúncios constantes que promovem a sua versão completa;
  • adiciona entradas ao sistema que previnem a eliminação fácil do Mac Tonic.

Portanto, caso encontre esta aplicação no seu dispositivo, não preste atenção aos alertas da aplicação e elimine-a imediatamente, manualmente ou automaticamente – escolha a última opção caso não consiga remover pessoalmente o programa.

Vírus Mac Mac Tonic

Principais hijackers, adware e fraudes

QSearch

O QSearch é um sequestrador de navegador especificamente criado para os sistemas operativos Mac, no entanto capaz de afetar qualquer tipo de browsers, incluindo o Google Chrome, Safari, Mozilla Firefox, Opera e outros. Este programa potencialmente indesejado especializa-se em dominar os browsers dos utilizadores, definindo a página inicial e URL de novo separador para qsearch.cc ou analytics.qsearch.cc, exibindo ainda resultados de pesquisa falsos repletos de links patrocinados.

O esquema é bastante simples e bastante similar a adware – os criadores do QSearch acumulam lucros por cada vez que os utilizadores clicam nos links associados – um sistema conhecido como pay-per-click. Portanto, quanto mais anúncios e pop-ups forem exibidos, maior será a quantidade de dinheiro ganha pelos seus autores.

Infelizmente, a experiência dos utilizadores finais é completamente ignorada, uma vez que estes são obrigados a lidar com o sequestro do QSearch, o que por si pode significar determinados riscos de segurança:

  • Resultados de pesquisa inúteis, prevenindo ocasionalmente a obtenção de informação relevante;
  • Algum texto em websites é transformado em hiperligações;
  • Anúncios pop-up surgem em websites legítimos que não apresentam publicidade normalmente;
  • Websites de phishing podem causar a perda de dinheiro ou instalação de software inútil;
  • A recolha de informação poderá expor dados privados a entidades terceiras.

Vírus Mac QSearch MyShopcoupon

O MyShopcoupon é um plugin que alegadamente ajuda os utilizadores a encontrarem os melhores negócios online e poupar algum dinheiro. Teoricamente, parece uma opção fantástica para encontrar os melhores cupões, ofertas e descontos enquanto faz as suas compras online, mas a atividade deste programa potencialmente indesejado desaponta frequentemente os utilizadores de Mac.

Assim que os utilizadores instalam o MyShopcoupon, os seus browsers web ficam repletos de publicidade, providenciada por pop-ups, links de texto, banners, janelas de alerta e outro conteúdo intrusivo que perturba as suas sessões de navegação na Internet, em vez de ajudar realmente os utilizadores a encontrarem informações relevantes ou produtos do seu interesse.

Para além dos anúncios intrusivos, o MyShopcoupon também monitoriza as atividades dos utilizadores com a aplicação instalada. Os dados recolhidos incluem:

  • Endereço IP;
  • Geolocalização;
  • Cookies;
  • Entradas de pesquisa;
  • Websites visitados e duração das visitas;
  • Links clicados;
  • Informações do sistema, tais como as versões do Sistema Operativo, etc.

Embora este vírus Mac não seja tão perigoso como keyloggers ou data stealers, ainda consegue prejudicar a experiência de navegação e provocar visitas indesejadas a websites inseguros.

Mac Detetou uma Infeção TAPSNAKE

O Mac Detetou uma infeção TAPSNAKE (Mac Detected TAPSNAKE infection) é um esquema fraudulento utilizado para obter detalhes pessoais de utilizadores, solicitando que estes telefonem para determinados números providenciados. Existem inúmeras versões deste esquema, assustando os utilizadores com a suposta presença dos vírus Tapsnake, CronDNS, e Dubfishicv nos seus computadores. Deverá evitar a todo o custo telefonar para qualquer número exibido nos pop-ups ou mensagem de alerta. A mensagem providencia um aviso como o seguinte:

****Não Reinicie o Seu Computador ****

O Mac Detetou uma Infeção TAPSNAKE. As infeções detetadas indicam alguns downloads recentes no computador que criaram problemas no sistema. Telefone para os profissionais da Apple via 800-130-1949 e partilhe o código B2957E com o Técnico para corrigir todos os erros. NÃO FAVOR NÃO ENCERRE OU REINICIE O SEU COMPUTADOR PARA EVITAR A PERDA DE DADOS E POSSÍVEIS ERROS NO SISTEMA OPERATIVO, ASSIM COMO SITUAÇÕES SEVERAS QUE IMPEÇAM O RESTAURO DO SISTEMA, PROVOCANDO A PERDA TOTAL DE DADOS. CONTACTE OS NOSSOS TÉCNICOS CERTIFICADOS PARA RESOLVER O PROBLEMA GRATUITAMENTE: 800-130-1949

Encerre qualquer janela semelhante a esta, uma vez que qualquer tipo de interação com estes alertas pode provocar problemas severos no próprio sistema Mac. Necessita de obter uma ferramenta anti-malware fidedigna e limpar minuciosamente a máquina, porque estes sintomas são frequentemente causados por PUPs – intrusos informáticos que surgem inesperadamente.

Vírus Mac - Apple Security Breach

Mac OS X infetado por (4) vírus

Mac OS X infetado por (4) vírus (Mac OS X is infected (4) by viruses) é outra campanha de engenharia social baseada no protetor de ecrã que alerta os utilizadores acerca da atividade de malware no sistema. Este esquema fraudulento foca-se em enganar as pessoas, solicitando que telefonem para o número de assistência, de forma a obter uma solução imediata. No entanto, isto é um esquema fraudulento de assistência técnica relacionado com adware. Assim que o vírus infeta o sistema, este modifica-o e começa a exibir alertas falsos.

Principalmente, o malware procura roubar os logins de várias contas, outras credenciais como palavras-passe ou detalhes de cartões de crédito. No entanto, esta fraude também pode ser utilizada para infetar o sistema com outro tipo de malware, ou apenas para subscrever a vítima em serviços inúteis que apenas serão detetados quando inspecionar a fatura mensal das telecomunicações. Relembre-se que a mensagem, recebida no seu browser assim que inicia a navegação, é nada mais do que uma mera fraude! Ignore esta mensagem para não atribuir ao atacante o acesso remoto à sua máquina!

Os Macs não são imunes a vírus – proteja-se adequadamente

Como já foi mencionado, as infeções mais comuns em sistemas Mac são adware e programas potencialmente indesejados. Embora pareçam inofensivas, estas aplicações podem comprometer a segurança do dispositivo e provocar infeções bastante mais severas, o que significa que a presença de adware é extremamente perigosa.

Para se proteger contra software malicioso que apresenta anúncios continuamente, o reencaminha para websites fraudulentos ou de phishing, não é aconselhável descarregar aplicações a partir de websites terciários e deverá confiar apenas em fontes oficiais, como a App Store ou Chrome web store. De qualquer forma, o seu Mac ainda não é imune a programas indesejados.

Portanto, deverá prestar muita atenção ao processo de instalação de todas as aplicações que instala, incluindo programas fidedignos. Leia sempre as instruções de instalação, não ignore passos e remova todas as aplicações sugeridas no modo de instalação Avançada/Personalizada.

Adicionalmente, um dos melhores conselhos de segurança que podemos providenciar consiste em instalar e utilizar software robusto de segurança, que previna a entrada dos vírus mais perigosos para Mac, e garantir que o seu sistema se encontra atualizado com a versão mais recente. Tal como no Windows, o software da Apple não é perfeito e possui várias vulnerabilidades que os hackers podem explorar para infiltrar automaticamente o seu malware. Embora as ameaças sejam raras, é sempre aconselhável manter o seu sistema atualizado para evitar infeções.

Secção dedicada para saber mais acerca de vírus Mac

Embora o sistema Mac seja geralmente considerado como um sistema operativo bastante seguro, comparativamente ao Windows, isto não é inteiramente verdade. Os especialistas estimam que cerca de 1 bilião de computadores utilizam o Windows, enquanto aproximadamente 100 milhões de utilizadores optam pelo Mac. Portanto, faz sentido que os criminosos informáticos desenvolvam mais malware para o sistema operativo mais utilizado no mundo inteiro.

No entanto, os vírus Mac apresentam a mesma diversidade, sofisticação, prevalência e outras funcionalidades de malware. Consequentemente, os utilizadores podem encontrar as seguintes categorias de vírus Mac:

  • Adware
  • Sequestradores de navegador
  • Otimizadores de sistema falsos
  • Criptomineradores
  • Trojans
  • Ransomware
  • Ladrões de informação (info-stealers)
  • Keyloggers, etc.

Independentemente do tipo de vírus presente na sua máquina, a sua eliminação é vital, uma vez que este tipo de infeções pode resultar na recolha indesejada de informações pessoais por parte de criminosos, perda de dinheiro, instalação de software malicioso, etc. Adicionalmente, o seu computador poderá ser adicionado a um botnet, que se tornaria numa máquina incessante de spam que envia mensagens falsas a todos os contactos no Facebook, e-mail, Skype, etc.

Para obter mais informações sobre vírus Mac, visite a nossa página sobre categorias de vírus Mac.

Elimine os vírus Mac do seu sistema para prevenir problemas adicionais

Se o seu sistema exibir sintomas de infeção, deverá atuar imediatamente e remover o vírus Mac do seu computador. No entanto, existem duas formas diferentes de exterminar as infeções – manual e automática. Embora ambas sejam eficazes, o processo automático permite aos utilizadores prevenirem infeções no futuro.

Caso o seu Mac seja alvo de um sequestrador de browser ou adware, é provável que consiga efetuar a remoção completa do vírus Mac, simplesmente movendo a aplicação indesejada para o Lixo e limpando as pastas /Biblioteca/LaunchAgents, /Biblioteca/Application Support e /Biblioteca/LaunchDaemons. No entanto, caso não tenha a certeza do que fazer, deverá instalar um software de segurança e eliminar automaticamente todas as aplicações indesejadas.

Para além disso, existem ameaças mais severas como trojans e vírus similares que efetuam modificações substanciais aos sistemas Mac, por isso eliminar essas infeções manualmente seria praticamente impossível. Portanto, descarregue o SpyHunter 5Combo Cleaner ou Malwarebytes de forma a eliminar definitivamente o vírus Mac e de seguida analise o seu dispositivo com o ReimageIntego para garantir os melhores resultados.

É possível remover este vírus com a ajuda do ReimageIntego. SpyHunter 5Combo Cleaner e Malwarebytes são as nossas recomendações para detetar programas potencialmente indesejados e vírus, com todos os seus ficheiros e entradas no registo associadas.

Oferta
faça agora!
Baixe
Reimage Felicidade
garantida
Baixe
Intego Felicidade
garantida
Compatível com Microsoft Windows Compatível com macOS
O que fazer se falhou?
Caso não consiga reverter os danos causados pelo vírus com o Reimage Intego, submeta uma questão à nossa equipa de apoio e providencie o maior número de detalhes possível.
Reimage Intego possui a funcionalidade de análise gratuita. Reimage Intego é bastante mais útil quando compra a sua versão completa. Quando a versão grátis deteta problemas, é possível efetuar a reparação manual gratuitamente ou poderá optar por comprar a versão completa e corrigir qualquer erro/ameaça automaticamente.
Software alternativo
Existem propósitos diferentes para cada software. Caso não consiga reparar os seus ficheiros corrompidos com o Reimage, experimente o SpyHunter 5.
Software alternativo
Existem propósitos diferentes para cada software. Caso não consiga reparar os seus ficheiros corrompidos com o Intego, experimente o Combo Cleaner.

Guia de remoção manual de virus Mac

Remover Mac do Mac OS X sistema

Para eliminar os vírus Mac do seu dispositivo, por favor siga as seguintes instruções:

  1. Se você estiver usando OS X, clique em Go botão na parte superior esquerda da tela e selecione Applications. Clique 'Go' e selecione 'Applications'
  2. Espere até você ver a pasta de Applications e procure por Mac ou quaisquer outros programas suspeitos sobre ele. Agora, clique direito sobre cada dessas entradas e selecione Move to Trash. Clique em cada entrada maliciosa e selecionam 'Move to Trash'

Restaurar o MS Edge/Chromium Edge

Eliminar extensões indesejadas do MS Edge:

  1. Selecione o Menu (três pontos horizontais no canto superior direito da janela do browser) e selecione Extensões.
  2. Da lista, selecione a extensão relacionada com o Vírus Mac e clique no ícone da Engrenagem.
  3. Clique em Desinstalar. Restaurar o MS Edge/Chromium Edge

Eliminar cookies e outros dados de navegação

  1. Selecione o Menu (três pontos horizontais no canto superior direito da janela do browser) e selecione
  2. Privacidade e Segurança.
  3. Sob Limpar dados de navegação, selecione Escolher o que pretende limpar.
  4. Selecione tudo (menos as palavras-passe, embora deva incluir licenças de multimédia, se aplicável) e clique em Limpar. Restaurar o MS Edge/Chromium Edge

Restaurar definições de novos separadores e página inicial:

  1. Clique no ícone do menu e selecione Definições.
  2. Encontre a secção No arranque.
  3. Clique em Desativar se encontrar quaisquer domínios específicos.

Restaurar o MS Edge caso os passos acima não funcionem:

  1. Pressione Ctrl + Shift + Esc para abrir o Gestor de Tarefas.
  2. Clique na seta Mais detalhes na área inferior da janela.
  3. Selcione o separador Detalhes.
  4. Percorra a lista e localize todas as entradas com o nome Microsoft EdgeClique com o botão direito em cada um dos itens e selecione Terminar Tarefa para terminar a execução do MS Edge. Restaurar o MS Edge/Chromium Edge

Se esta solução não resolver o seu problema, necessita de utilizar um método avançado de restauro do Edge. Note que é necessário fazer cópias de segurança dos seus dados antes de proceder.

  1. Encontre a seguinte pasta no seu computador: C:\\Users\\%username%\\AppData\\Local\\Packages\\Microsoft.MicrosoftEdge_8wekyb3d8bbwe.
  2. Pressione Ctrl + A no seu teclado para selecionar todas as pastas.
  3. Clique nas pastas com o botão direito e selecione Eliminar Restaurar o MS Edge/Chromium Edge
  4. Agora clique com o botão direito no botão Iniciar e selecione o Windows PowerShell (Administrador).
  5. Quando a nova janela abrir, copie e cole o seguinte comando e pressione Enter:

    Get-AppXPackage -AllUsers -Name Microsoft.MicrosoftEdge | Foreach {Add-AppxPackage -DisableDevelopmentMode -Register “$($_.InstallLocation)\\AppXManifest.xml” -Verbose Restaurar o MS Edge/Chromium Edge

Instruções para o Microsoft Edge baseado em Chromium

Eliminar extensões do MS Edge (Chromium):

  1. Abra o Edge e selecione Definições > Extensões.
  2. Elimine extensões indesejadas ao clicar em Remover. Restaurar o MS Edge/Chromium Edge

Limpar cache e dados de sites:

  1. Clique no Menu e aceda às Definições.
  2. Selecione Privacidade, pesquisa e serviços.
  3. Na secção Limpar dados de navegação, selecione Escolher o que pretende limpar.
  4. Sob o Intervalo de tempo, escolha Tudo.
  5. Selecione Limpar agora. Restaurar o MS Edge/Chromium Edge

Restaurar o MS Edge baseado em Chromium:

  1. Clique no Menu e seleciona as Definições.
  2. Na barra lateral esquerda, selecione Repor definições.
  3. Selecione Repor os valores predefinidos das definições.
  4. Confirme com Repor. Restaurar o MS Edge/Chromium Edge

Restaurar o Mozilla Firefox

Certas infeções alteram as definições do Mozilla Firefox e são mais persistentes, mesmo após a eliminação do payload principal. Portanto, atualize o Mozilla Firefox após eliminar o vírus:

Remover extensões perigosas:

  1. Abra o browser Mozilla Firefox e clique no Menu (três linhas horizontais no canto superior direito da janela).
  2. Selecione Add-ons (extensões).
  3. Nesta página, selecione quaisquer plugins relacionados com o Vírus Mac e clique em Remover. Restaurar o Mozilla Firefox

Restaurar a página inicial:

  1. Clique nas três linhas horizontais no canto superior direito para abrir o menu.
  2. Selecione Opções.
  3. Nas opções sob o painel Início, selecione o seu website preferido para abrir sempre que executa o Mozilla Firefox.

Eliminar cookies e dados de sites:

  1. Clique no Menu e selecione Opções.
  2. Vá para a secção de Privacidade e Segurança.
  3. Navegue para baixo até encontrar Cookies e Dados de Sites.
  4. Clique em Limpar Dados…
  5. Selecione Cookies e Dados de Sites, assim como em Conteúdo da Web em cache e pressione Limpar. Restaurar o Mozilla Firefox

Restaurar o Mozilla Firefox

Caso o Vírus Mac não tenha sido removido após seguir as instruções acima, restaure o Mozilla Firefox:

  1. Abra o browser Mozilla Firefox e clique no Menu.
  2. Vá para Ajuda e selecione Informação para resolução de problemas. Restaurar o Mozilla Firefox
  3. Sob a secção Otimizar o Firefox section, clique em Restaurar o Firefox…
  4. Assim que surgir a notificação, confirme a ação ao pressionar em Restaurar o Firefox – este processo deverá completar a eliminação do Vírus Mac. Restaurar o Mozilla Firefox

Restaurar o Google Chrome

Eliminar extensões maliciosas do Google Chrome:

  1. Abra o Google Chrome, clique no Menu (três pontos verticais no canto superior direito) e selecione Mais ferramentas > Extensões.
  2. Na nova janela aberta, conseguirá ver todas as extensões instaladas. Desinstale todos os plugins suspeitos potencialmente relacionados com o Vírus Mac, clicando em Remover. Restaurar o Google Chrome

Limpar ficheiros em cache e dados de navegação do Chrome:

  1. Clique no Menu e selecione Definições.
  2. Sob Privacidade e Segurança, selecione Limpar dados de navegação.
  3. Selecione Histórico de navegação, Cookies e outros dados do site, assim como Imagens e ficheiros em cache.
  4. Clique em Limpar dados. Restaurar o Google Chrome

Alterar a sua página inicial:

  1. Clique no menu e selecione Definições.
  2. Procure por qualquer website suspeito, como Vírus Mac, na secção No arranque.
  3. Clique em Abrir uma página específica ou um conjunto de páginas e clique nos três pontos para encontrar a opção Remover.

Restaurar o Google Chrome:

Caso os métodos anteriores não tenham ajudado, restaure o Google Chrome para eliminar todos os componentes do Vírus Mac:

  1. Clique no Menu e selecione Definições.
  2. Nas Definições, navegue para abaixo e clique em Avançadas.
  3. Encontre a secção Repor e limpar.
  4. Clique em Repor as predefinições originais das definições.
  5. Confirme com Repor definições para completar a eliminação do Vírus Mac. Restaurar o Google Chrome

Restaurar o Safari

Para garantir que o Safari não mantêm quaisquer elementos da infeção, restaure o browser através destes passos:

Remover extensões indesejadas do Safari:

  1. Clique em Safari > Preferências…
  2. Na nova janela, selecione Extensões.
  3. Selecione a extensão indesejada relacionada com o Vírus Mac e selecione Desinstalar. Restaurar o Safari

Limpar cookies e outros dados de websites no Safari:

  1. Clique em Safari > Limpar Histórico…
  2. No menu pop-up, selecione todo o histórico na secção Limpar.
  3. Confirme com Limpar Histórico. Restaurar o Safari

Restaurar o Safari, caso as definições mencionadas anteriormente não tenham ajudado:

  1. Clique em Safari > Preferências…
  2. Vá para o separador Avançadas.
  3. Assinale a caixa Mostrar Menu de Programação na barra de menus.
  4. Na barra de menus, clique em Programação, e selecione Esvaziar Caches. Restaurar o Safari

Após desinstalar este programa potencialmente indesejado (PUP) e fixação de cada um dos seus navegadores, recomendamos que a varredura de seu sistema do PC com um anti-spyware respeitável. Isto vai ajudar você a se livrar dos vestígios de registro Mac e também identificará parasitas relacionadas ou infecções de malware possível no seu computador. Para isso, você pode usar nosso removedor de malware votados: ReimageIntego, SpyHunter 5Combo Cleaner ou Malwarebytes.

Recomendado para você

Selecione um browser web adequado e melhore a sua segurança com uma VPN

A espionagem online cresceu substancialmente durante os últimos anos, e os utilizadores estão cada vez mais interessados em formas de proteger a sua privacidade. Um dos meios básicos utilizados para adicionar uma camada de segurança – selecione o browser web mais privado e seguro

De qualquer forma, existe uma forma eficaz de garantir um nível extra de proteção e criar sessões de navegação online completamente anónimas com a ajuda da VPN Private Internet Access. Este software reencaminha o tráfego através de diferentes servidores, ocultando o seu próprio endereço IP e localização geográfica. A combinação de um browser seguro com a VPN Private Internet Access permite-lhe navegar pela Internet sem medo de ser monitorizado ou atacado por criminosos.

Cópias de segurança para utilizar mais tarde, em caso de ataque de malware

 Os problemas de software causados por malware ou perda direta de dados provocada por encriptação, podem significar problemas graves no seu dispositivo, ou danos permanentes. Quando possui cópias de segurança atualizadas, consegue facilmente recuperar após um incidente e continuar o seu trabalho.

Atualizar as suas cópias de segurança é crucial após efetuar quaisquer alterações no dispositivo, de forma a conseguir regressar ao seu trabalho quando o malware efetuar alterações indesejadas, ou sempre que ocorrerem problemas no dispositivo que causem a perda de dados ou corrupção permanente de ficheiros.

Ao guardar sempre a versão mais recente de qualquer documento ou projeto importante, é possível evitar todas as potenciais frustrações e interrupções. Utilize o Data Recovery Pro para restaurar ficheiros do sistema.

Sobre o autor
Jake Doevan
Jake Doevan - A vida é muito curta para desperdiçar o seu tempo com vírus

Se este guia de remoção livre ajudou você e você está satisfeito com o nosso serviço, por favor, considere fazer uma doação para manter este serviço vivo. Mesmo uma quantidade menor será apreciada.

Contato do Jake Doevan
Sobre a empresa Esolutions

Guias de remoção em outras línguas