Remover Google redirecionar (Guia de remoção de vírus) - Atualizado Abr 2017

Guia de remoção de redirecionamentos Google

O que é Google redirect?

Infeção de redirecionamento Google ainda está viva

Vírus de Redirecionamento Google (resultados de pesquisa)

O vírus de redirecionamento Google define o malware ou um conjunto destes que causam redirecionamento para domínios suspeitos. O malware tornou-se um dos problemas mais graves no mundo cibernético. Para além desta infeção, a Google tem sido muito criticada por espiar os seus utilizadores e ignorar atalhos de phishing entre os seus resultados de pesquisa.

A maioria das queixas, reportando redirecionamentos por URL na página da Google e motores de pesquisa semelhantes, foram registadas em 2012. Todavia, a ameaça ainda está viável pois surge de vez em quando. Os utilizadores de Windows 10, Linux e Mac OS podem ser atacados. Note que as versões de iPhone e Androids do vírus de redirecionamento Google também existem. Este vírus é alternativamente conhecido por vírus de redirecionamento Chrome.

Se tem reparado no redirecionamento Google para a Yahoo ou outros domínios (estes sites podem ser conhecidos ou totalmente novos para si), deve tomar as medidas necessárias para resolver o problema. Tal como o vírus de redirecionamento da Yahoo e vírus de redirecionamento da Bing, funciona como um híbrido de um sequestrador de browser e programa potencialmente indesejado.

O principal problema aqui é a sua eliminação. A infeção pode esconder-se sob qualquer nome de domínio URL, por isso poderá ser difícil erradicá-lo manualmente. O ReimageIntego ou Malwarebytes aceleram o processo de remoção do vírus de redirecionamento do Google. Também poupam o seu tempo limpando todos os guiões de rede e “elementos de ajuda”. É da maior importância “desinstalá-los” a todos de forma a não sofrer de novo este problema.

Consequências do malware

“O vírus de redirecionamento Google é perigoso”? Esta é uma das questões que os utilizadores curiosos poderão perguntar. Embora tecnicamente não seja tão complexo como o Petna ou malware Cerber, as suas consequências poderão ser tão irritantes como as destas ameaças.

Antes de discutir a prevenção dos sequestradores de browser, vamos dar uma olhadela aos sintomas mais comuns desta infeção:

  • O Google redireciona para o Comcast, Bing, Yahoo e websites semelhantes. Naturalmente, poderá espoletar a aparição de alertas pop-up. De qualquer modo, este comportamento indica que o navegador está a sofrer de uma infeção.
  • Configurações de navegador e sistema alteradas. Normalmente, este vírus altera o motor de pesquisa padrão, nova tabulação e a página inicial. Poderá também anexar extensões extra.
  • Conteúdo comercial impugnado nos resultados de pesquisa. Se o motor de pesquisa Google for alterado para alguma ferramenta suspeita Ask ou PlusNetwork, poderá reparar em mais anúncios comerciais para além do resultado de pesquisa.
  • Rastrear as suas atividades online. Versões mais agressivas do ameaça de redirecionamento Google poderão não só compilar informação sobre os seus websites frequentemente visitados e entradas de pesquisa como também recolher detalhes pessoais, como nome, e-mail, IP e endereços de habitação, e trocar esta informação com parceiros de negócio.

Este fenómeno não deve ser ignorado mesmo que publicidade excessiva não o(a) incomode. Este problema nada tem que ver com navegação segura e, mesmo que tenha uma ferramenta de eliminação de malware de boa reputação no seu computador, permaneça vigilante quando adicionar uma nova barra de ferramentas ou extensão de navegador. Vírus de Redirecionamento GoogleO vírus de redireccionamento Google tem muitas sombras e formas de disfarce. A forma mais fácil de remover o vírus de redireccionamento Google é efetuar um scan ao sistema com software de segurança atualizado.

Porque é que o esquema de redirecionamento Google se tornou tão popular?

Dinheiro é o que leva os bandidos a empenharem-se neste esquema. Alguns dos autores do esquema de redirecionamento Google unem esforços com publicitários online ou terceiros específicos. Ao direcionar utilizadores para certos websites, ganham uma parte do lucro do tráfego de rede.

Como já mencionámos, alguns destes sites podem ser inteiramente inofensivos (Yahoo, Bing, Facebook ou Comcast), mas não se aplica a todos.

Dicas para evitar o irritante malware

À primeira vista, pode parecer que instalar uma aplicação gratuita de fontes confiáveis o(a) vá excluir do fardo do PUP ou malware. Porém, poucos utilizadores percebem que mesmo instalar imprudentemente a última atualização do Skype ou Java poderá levá-los a instalar elementos indesejados, como adware e sequestradores de browser.

O que tem de fazer quando instala freeware e shareware é monitorizar o processo de instalação cuidadosamente. Revela opções de descarga opcionais. Remova os vistos dos add-ons irrelevantes e apenas depois clique no botão “Instalar”.

Devido à forma flexível, o malware poderá também funcionar via guiões de rede. Nesse caso, poderá não notar em quaisquer alterações específicas no navegador. Felizmente, mesmo aí, existe uma solução. Passe para a secção de remoção do redirecionamento Google.

Elimine o vírus de redirecionamento Google

De forma a parar a infeção permanentemente, aplicar múltiplos métodos poderá ser a melhor solução. Corra uma ferramenta anti-spyware para iniciar o processo de remoção do vírus de redirecionamento Google. O software irá também localizar e eliminar as chaves de registo associadas a esta ameaça. Após o processo de scan, poderá verificar as diretrizes manuais. Estas instruem a livrar-se de add-ons de navegador indesejados e dúbios.

A reconfiguração completa do navegador facilita a remoção do redirecionamento Google. Se ainda está preocupado com estes redirecionamento ocasionais, altere as suas definições de proxy e ficheiro anfitrião. Pode encontrar estas instruções específicas para o seu navegador na Rede. Agora prossiga para as diretrizes abaixo. Os utilizadores do Safari irão também encontrar as instruções de remoção do esquema de redirecionamento Google para o seu navegador.

Embora a infeção esteja amplamente propagada e opere já para vários utilizadores, pode tomar o gosto em utilizadores a residir num país específico como, por exemplo, a Alemanha.

É possível remover este vírus com a ajuda do ReimageIntego. SpyHunter 5Combo Cleaner e Malwarebytes são as nossas recomendações para detetar programas potencialmente indesejados e vírus, com todos os seus ficheiros e entradas no registo associadas.

Oferta
faça agora!
Baixe
Reimage Felicidade
garantida
Baixe
Intego Felicidade
garantida
Compatível com Microsoft Windows Compatível com macOS
O que fazer se falhou?
Caso não consiga reverter os danos causados pelo vírus com o Reimage Intego, submeta uma questão à nossa equipa de apoio e providencie o maior número de detalhes possível.
Reimage Intego possui a funcionalidade de análise gratuita. Reimage Intego é bastante mais útil quando compra a sua versão completa. Quando a versão grátis deteta problemas, é possível efetuar a reparação manual gratuitamente ou poderá optar por comprar a versão completa e corrigir qualquer erro/ameaça automaticamente.
Software alternativo
Existem propósitos diferentes para cada software. Caso não consiga reparar os seus ficheiros corrompidos com o Reimage, experimente o SpyHunter 5.
Software alternativo
Existem propósitos diferentes para cada software. Caso não consiga reparar os seus ficheiros corrompidos com o Intego, experimente o Combo Cleaner.

Guia de remoção manual de redirecionamentos Google

Desinstalar do Windows

Para livrar-se do problema de redirecionamento Google, tem de instalar todos os programas/aplicações que pareçam suspeitos. Deve também definitivamente livrar-se de programas que não se lembre de instalar no seu computador.

Para remover o Google redirect em máquinas com Windows 10/8, por favor siga estes passos:

  1. Escreva Painel de Controlo na barra de pesquisa do Windows e pressione Enter ou clique no resultado da pesquisa.
  2. Sob Programas, selecione Desinstalar um programa. Desinstalar do Windows
  3. Na lista, encontre quaisquer entradas relacionadas com o Google redirect (ou qualquer outro programa suspeito instalado recentemente).
  4. Clique com o botão direito na aplicação e selecione Desinstalar.
  5. Caso surja a janela de Controlo de Conta do Utilizador, clique em Sim.
  6. Aguarde até que o processo de desinstalação termine e pressione OK. Desinstalar do Windows

Caso seja utilizador do Windows 7/XP, proceda com as seguintes instruções:

  1. Clique no ícone Iniciar do Windows > Painel de Controlo localizado na barra direita (se utilizar o Windows XP, clique em Adicionar/Remover Programas).
  2. No Painel de Controlo, selecione Programas > Desinstalar um programa. Desinstalar do Windows
  3. Selecione a aplicação indesejada, clicando no item apenas uma vez.
  4. No topo, selecione Desinstalar/Alterar.
  5. Se surgir a janela de confirmação, selecione Sim.
  6. Clique em OK depois de terminar o processo de desinstalação.

Remover Google do Mac OS X sistema

Para consertar o seu Mac OS X, deve tentar encontrar todas as entradas que lhe pareçam desconhecidas. Todas as aplicações que não se lembre de instalar no seu computador devem ser eliminadas.

  1. Se você estiver usando OS X, clique em Go botão na parte superior esquerda da tela e selecione Applications. Clique 'Go' e selecione 'Applications'
  2. Espere até você ver a pasta de Applications e procure por Google ou quaisquer outros programas suspeitos sobre ele. Agora, clique direito sobre cada dessas entradas e selecione Move to Trash. Clique em cada entrada maliciosa e selecionam 'Move to Trash'

Restaurar o MS Edge/Chromium Edge

Eliminar extensões indesejadas do MS Edge:

  1. Selecione o Menu (três pontos horizontais no canto superior direito da janela do browser) e selecione Extensões.
  2. Da lista, selecione a extensão relacionada com o Google redirect e clique no ícone da Engrenagem.
  3. Clique em Desinstalar. Restaurar o MS Edge/Chromium Edge

Eliminar cookies e outros dados de navegação

  1. Selecione o Menu (três pontos horizontais no canto superior direito da janela do browser) e selecione
  2. Privacidade e Segurança.
  3. Sob Limpar dados de navegação, selecione Escolher o que pretende limpar.
  4. Selecione tudo (menos as palavras-passe, embora deva incluir licenças de multimédia, se aplicável) e clique em Limpar. Restaurar o MS Edge/Chromium Edge

Restaurar definições de novos separadores e página inicial:

  1. Clique no ícone do menu e selecione Definições.
  2. Encontre a secção No arranque.
  3. Clique em Desativar se encontrar quaisquer domínios específicos.

Restaurar o MS Edge caso os passos acima não funcionem:

  1. Pressione Ctrl + Shift + Esc para abrir o Gestor de Tarefas.
  2. Clique na seta Mais detalhes na área inferior da janela.
  3. Selcione o separador Detalhes.
  4. Percorra a lista e localize todas as entradas com o nome Microsoft EdgeClique com o botão direito em cada um dos itens e selecione Terminar Tarefa para terminar a execução do MS Edge. Restaurar o MS Edge/Chromium Edge

Se esta solução não resolver o seu problema, necessita de utilizar um método avançado de restauro do Edge. Note que é necessário fazer cópias de segurança dos seus dados antes de proceder.

  1. Encontre a seguinte pasta no seu computador: C:\\Users\\%username%\\AppData\\Local\\Packages\\Microsoft.MicrosoftEdge_8wekyb3d8bbwe.
  2. Pressione Ctrl + A no seu teclado para selecionar todas as pastas.
  3. Clique nas pastas com o botão direito e selecione Eliminar Restaurar o MS Edge/Chromium Edge
  4. Agora clique com o botão direito no botão Iniciar e selecione o Windows PowerShell (Administrador).
  5. Quando a nova janela abrir, copie e cole o seguinte comando e pressione Enter:

    Get-AppXPackage -AllUsers -Name Microsoft.MicrosoftEdge | Foreach {Add-AppxPackage -DisableDevelopmentMode -Register “$($_.InstallLocation)\\AppXManifest.xml” -Verbose Restaurar o MS Edge/Chromium Edge

Instruções para o Microsoft Edge baseado em Chromium

Eliminar extensões do MS Edge (Chromium):

  1. Abra o Edge e selecione Definições > Extensões.
  2. Elimine extensões indesejadas ao clicar em Remover. Restaurar o MS Edge/Chromium Edge

Limpar cache e dados de sites:

  1. Clique no Menu e aceda às Definições.
  2. Selecione Privacidade, pesquisa e serviços.
  3. Na secção Limpar dados de navegação, selecione Escolher o que pretende limpar.
  4. Sob o Intervalo de tempo, escolha Tudo.
  5. Selecione Limpar agora. Restaurar o MS Edge/Chromium Edge

Restaurar o MS Edge baseado em Chromium:

  1. Clique no Menu e seleciona as Definições.
  2. Na barra lateral esquerda, selecione Repor definições.
  3. Selecione Repor os valores predefinidos das definições.
  4. Confirme com Repor. Restaurar o MS Edge/Chromium Edge

Restaurar o Mozilla Firefox

Remover extensões perigosas:

  1. Abra o browser Mozilla Firefox e clique no Menu (três linhas horizontais no canto superior direito da janela).
  2. Selecione Add-ons (extensões).
  3. Nesta página, selecione quaisquer plugins relacionados com o Google redirect e clique em Remover. Restaurar o Mozilla Firefox

Restaurar a página inicial:

  1. Clique nas três linhas horizontais no canto superior direito para abrir o menu.
  2. Selecione Opções.
  3. Nas opções sob o painel Início, selecione o seu website preferido para abrir sempre que executa o Mozilla Firefox.

Eliminar cookies e dados de sites:

  1. Clique no Menu e selecione Opções.
  2. Vá para a secção de Privacidade e Segurança.
  3. Navegue para baixo até encontrar Cookies e Dados de Sites.
  4. Clique em Limpar Dados…
  5. Selecione Cookies e Dados de Sites, assim como em Conteúdo da Web em cache e pressione Limpar. Restaurar o Mozilla Firefox

Restaurar o Mozilla Firefox

Caso o Google redirect não tenha sido removido após seguir as instruções acima, restaure o Mozilla Firefox:

  1. Abra o browser Mozilla Firefox e clique no Menu.
  2. Vá para Ajuda e selecione Informação para resolução de problemas. Restaurar o Mozilla Firefox
  3. Sob a secção Otimizar o Firefox section, clique em Restaurar o Firefox…
  4. Assim que surgir a notificação, confirme a ação ao pressionar em Restaurar o Firefox – este processo deverá completar a eliminação do Google redirect. Restaurar o Mozilla Firefox

Restaurar o Google Chrome

Para consertar o navegador de rede Google Chrome e esquecer-se sobre os redirecionamentos para websites desconhecidos, deve verificar duplamente as suas extensões. Certifique-se que remove todas as entradas que pareçam questionáveis ou das quais não se lembre de instalar no seu navegador de rede:

Eliminar extensões maliciosas do Google Chrome:

  1. Abra o Google Chrome, clique no Menu (três pontos verticais no canto superior direito) e selecione Mais ferramentas > Extensões.
  2. Na nova janela aberta, conseguirá ver todas as extensões instaladas. Desinstale todos os plugins suspeitos potencialmente relacionados com o Google redirect, clicando em Remover. Restaurar o Google Chrome

Limpar ficheiros em cache e dados de navegação do Chrome:

  1. Clique no Menu e selecione Definições.
  2. Sob Privacidade e Segurança, selecione Limpar dados de navegação.
  3. Selecione Histórico de navegação, Cookies e outros dados do site, assim como Imagens e ficheiros em cache.
  4. Clique em Limpar dados. Restaurar o Google Chrome

Alterar a sua página inicial:

  1. Clique no menu e selecione Definições.
  2. Procure por qualquer website suspeito, como Google redirect, na secção No arranque.
  3. Clique em Abrir uma página específica ou um conjunto de páginas e clique nos três pontos para encontrar a opção Remover.

Restaurar o Google Chrome:

Caso os métodos anteriores não tenham ajudado, restaure o Google Chrome para eliminar todos os componentes do Google redirect:

  1. Clique no Menu e selecione Definições.
  2. Nas Definições, navegue para abaixo e clique em Avançadas.
  3. Encontre a secção Repor e limpar.
  4. Clique em Repor as predefinições originais das definições.
  5. Confirme com Repor definições para completar a eliminação do Google redirect. Restaurar o Google Chrome

Restaurar o Safari

Remover extensões indesejadas do Safari:

  1. Clique em Safari > Preferências…
  2. Na nova janela, selecione Extensões.
  3. Selecione a extensão indesejada relacionada com o Google redirect e selecione Desinstalar. Restaurar o Safari

Limpar cookies e outros dados de websites no Safari:

  1. Clique em Safari > Limpar Histórico…
  2. No menu pop-up, selecione todo o histórico na secção Limpar.
  3. Confirme com Limpar Histórico. Restaurar o Safari

Restaurar o Safari, caso as definições mencionadas anteriormente não tenham ajudado:

  1. Clique em Safari > Preferências…
  2. Vá para o separador Avançadas.
  3. Assinale a caixa Mostrar Menu de Programação na barra de menus.
  4. Na barra de menus, clique em Programação, e selecione Esvaziar Caches. Restaurar o Safari

Após desinstalar este programa potencialmente indesejado (PUP) e fixação de cada um dos seus navegadores, recomendamos que a varredura de seu sistema do PC com um anti-spyware respeitável. Isto vai ajudar você a se livrar dos vestígios de registro Google e também identificará parasitas relacionadas ou infecções de malware possível no seu computador. Para isso, você pode usar nosso removedor de malware votados: ReimageIntego, SpyHunter 5Combo Cleaner ou Malwarebytes.

Recomendado para você

Não permita que o governo o espie

O governo possui imensas questões relativamente ao acompanhamento dos dados dos utilizadores e espionagem de cidadãos, logo deveria considerar este assunto e aprender mais acerca das práticas de recolha de informação duvidosa práticas. Evite qualquer monitorização ou espionagem indesejada do governo ao permanecer anónimo na Internet.

É possível selecionar uma localização diferente quando se encontra online e aceder a qualquer material desejado sem restrições de conteúdo em particular. Consegue desfrutar facilmente da ligação à Internet sem quaisquer riscos de ser invadido através da utilização do Private Internet Access VPN.

Controle a informação que é pode ser acedida pelo governo e qualquer outra entidade indesejada e navegue online sem correr o risco de ser vigiado. Mesmo que não esteja envolvido em atividades ilegais ou confie na sua seleção de serviços e plataformas, seja desconfiado para a sua própria segurança e adote medidas de precaução através da utilização do serviço de VPN.

Cópias de segurança para utilizar mais tarde, em caso de ataque de malware

 Os problemas de software causados por malware ou perda direta de dados provocada por encriptação, podem significar problemas graves no seu dispositivo, ou danos permanentes. Quando possui cópias de segurança atualizadas, consegue facilmente recuperar após um incidente e continuar o seu trabalho.

Atualizar as suas cópias de segurança é crucial após efetuar quaisquer alterações no dispositivo, de forma a conseguir regressar ao seu trabalho quando o malware efetuar alterações indesejadas, ou sempre que ocorrerem problemas no dispositivo que causem a perda de dados ou corrupção permanente de ficheiros.

Ao guardar sempre a versão mais recente de qualquer documento ou projeto importante, é possível evitar todas as potenciais frustrações e interrupções. Utilize o Data Recovery Pro para restaurar ficheiros do sistema.

Sobre o autor
Jake Doevan
Jake Doevan - A vida é muito curta para desperdiçar o seu tempo com vírus

Se este guia de remoção livre ajudou você e você está satisfeito com o nosso serviço, por favor, considere fazer uma doação para manter este serviço vivo. Mesmo uma quantidade menor será apreciada.

Contato do Jake Doevan
Sobre a empresa Esolutions

Guias de remoção em outras línguas