O que é ferramentas spam e como remove-lo

Linas Kiguolis - - atualizado | Digite: Ferramentas Spam
12

Ferramentas Spam são programas ilegais utilizados por spammers para enviar as suas mensagens a centenas de diferentes destinatários. A maioria destes e-mails de lixo procuram promover tópicos relacionados com farmácia, réplicas e phishing. Phishing é considerado o tópico mais perigoso por envolve tipicamente links maliciosos, anexos infectados e conteúdo similar. A mensagem de e-mail maliciosa pode redirecionar a vítima a websites perigosos e outros domínios considerados inseguros. O maior problema é nunca poder saber com o que está a lidar, pelo que é altamente recomendada a instalação de um bloqueador de spam confiável (também conhecido como filtro de mensagem de e-mail) e software anti-spyware.

Geralmente, ferramentas Spam são capazes de trabalhar com um enorme número de endereços de e-mail. Podem ser usadas para inserir texto predeterminado na mensagem, adicionar cabeçalhos, notas de roda-pé e outros componentes, e depois distribuir spam através de diferentes servidores de e-mail. Na maioria dos países, este software é considerado ilegal, e mensagens de e-mail não solicitadas propagadas por estas ferramentas são categorizadas de maliciosas. No entanto, apenas metade destes conseguem causar infiltração de malware. Outra metade está normalmente preenchida de conteúdo comercial procurando promover casinos, programas de perda de peso, bens farmacêuticos e outros produtos “milagrosos”.

O termo que devermos excluir é “spam de referência”. Esta pseudo-táctica tornou-se já um problema para os proprietários de websites, mestres de web e administradores pois polui a informação do Google Analytics e engana-os, levando-os a visitar domínios suspeitos. A técnica spam de referência (ou spam referente) é baseada em requisições de site repetidas criadas utilizando um URL de referência. Se usada correctamente, faz com que o domínio específico apareça nas analíticas da vítima e pode enganá-la, fazendo com que o visite. Ao usar esta táctiva, os spammers estão a tentar aumentar o tréfego dos websites necessários. Não importa que esta actividade não seja considerada perigosa: referências falsas podem não só corromper a sua informação do Google Analytics e estatísticas como também causar um aumento de tempo de carregamento, taxas mais elevadas de ressaltos e rankings mais baixos. Além disso, spam de referência pode ser um convite para um website repleto de malware, por isso, mantenha-se afastado deste!

As principais categorias de Ferramentas Spam:

Dependendo da sua funcionalidade, ferramentas Spam são normalmente divididas nas seguintes categorias:

  • Software de extração de e-mail. Estas ferramentas SPAM são maioritariamente utilizadas para recolher endereços de e-mail de vários websites, documentos e outros recursos. Uma vez recolhidos, são adicionados à lista de correio e preparados para utilização;
  • Programas de correio em massa. Esta categoria de Ferramentas SPAM é habitualmente utilizada para propagar mensagens de e-mail. Auxiliam os spammers a enviar os seus e-mails a milhares de diferentes destinatários;
  • Programas de gestão de e-mail. Este tipo de software pode ser aplciado para identificar e remover endereços de e-mail inúteis da lista de destinatários de e-mail. Estes endereços  incluem normalmente e-mails de organizações expecíficas capazes de identificar o proprietário da ferramenta SPAM.
  • Spam de referência. Esta técnica é utilizada para abusar da referência de website e modificar o seu URL para a página web necessária. Ao utilizá-la, os spammers esperam que o proprietário do website veja este link no seu Google analytics e pense que aquele site é importante. Tenha cuidado pois a maioria dos sites que contam com spam de referência são prejudiciais e visitá-los pode causar infiltração de malware!

História do Spam:

O spam foi introduzido em 1978 como um novo modelo de publicidade para a companhia Digital Equipment Corporation. A primeira pessoa a usar um e-mail spam para se promover foi Gary Thuerk. Ele e o seu assistente Carl Gartley conseguiram enviar a mensagem spam para quase 400 destinatários. Fizeram-no com o auxílio de um único e-mail em massa, que nunca antes fora utilizado.

A data da primeira grande utilização de spam é 1994 quando uma dupla de advogados começaram a promover os seus serviços de lei migratória através de e-mails em massa.. Parece que estes e-mails, que foram adicionalmente nomeadas “Green Card spam”, conseguiram ajudar esta dupla a aumentar a sua popularidade pois alguns anos mais tarde lançaram um livro intitulado “Como fazer Fortuna na Super Auto-estrada da Informação.”

Hoje em dia, a maioria das pessoas tem de lidar com campanhas de spam agressivas e spam de referência. Estas técnicas de spam são tipicamente utilizadas para promover websites específicos e ajudá-los a aumentar o seu tráfego de visitantes. A maior parte de spam de referência é capturada em websites WordPress.

As características mais comuns de mensagens Spam:

  • Endereço enganador do remetente da mensagem. Os spammers procuram levar o utilizador a pensar que receberam um e-mail de uma pessoa familiar.
  • O tema cativante do assunto.
  • O conteúdo. Ferramentas spam são normalmente definidas para propagar e-mails repletos de conteúdo publicitário. Estas mensagens podem também promover links a websites de terceiras partes (legítimos e ilegais) e anexos de e-mail maliciosos.
  • Endereço Sem Resposta.
  • Botão Cancelar Subscrição. Este botão tem sido activamente utilizado para propagar malware, pelo que NUNCA deverá clicar nele.

Exmplos de Ferramentas de Spam e spam:

1st Mass Mailer é uma Ferramenta Spam também conhecida como Mass Mailer. É apresentada como um software muito poderoso dedicado a propagar mensagens de e-mail personalizadas. No entanto, se este programa ficar nas mãos de um spammer, este pode utilizá-lo para distrubuir mensagens maliciosas. O programa permite criar uma base de dados interna e importar a lista de subscritores.

‘You are cordially invited to celebrate our wedding’. Esta é a mais recente campanha de spam, iniciada com o auxílio de uma Ferramenta Spam. É sabido que esta campanha foi utilizada para propagar a worm chamada Kuluoz, considerada uma ameaça cibernética muito perigosa capaz de roubar informação pessoal. Especialistas em segurança acreditam que existem milhares de pessoas que foram enganadas por esta mensagem de e-mail enganadora. Se pensa que pode ser uma delas, deverá efectuar um scan ao seu computador imediatamente com uma ferramenta de segurança confiável. Neste caso, utilizar um anti-spyware é alltamente recomendável.

Copyrightclaims.org é um spam de referência que pode aparecer no seu Google Analytics e falsificar a sua informação. Visitar este domínio não é a melhor ideia uma vez que é um site falso utilizado para recolher tráfego de visitantes e redirecionar os utilizadores a domínios adicionais. É maioritariamente propagado com o auxílio de spam bots. Embora este link não esteja relacionado com reinvidicações de direitos de autor, pode aumentar o tempo de carregamento do seu website, a taxa de ressalto e poderá diminuir o ranking.

Proteger-se de Ferramentas Spam:

Resumindo,não existe um utilizador de e-mail capaz de evitar spam porque todos publicamos os nossos endereços de e-mail na Internet. Especialistas em segurança estimaram também que corremos todos o risco de receber uma mensagem de e-mail maliciosa que procura infectar os nossos computadores com malware. O mesmo pode ser dito sobre os proprietários de websites e spam de referência. É por isso que recomendam altamente a instalação de anti-spyware confiável, que possa encontrar ficheiros maliciosos e avisar o utilizador sobre os mesmos. Para a proteção do seu computador, pode utilizar estas ferramentas: Reimage, Plumbytes Anti-MalwareWebroot SecureAnywhere AntiVirus. Estes programas podem também ser usadas para remoção de vírus, que podem ser propagados com a ajuda de Ferramentas Spam. Na maioria dos casos, os spammers promovem estas ameaças:

Nós pode ser ligados com qualquer produto que recomendamos no site. Divulgação em nosso acordo de utilização completa.
Ao baixar qualquer software Anti-spyware fornecido concorda com a nossa Política de privacidade e acordo de utilização..
faça agora!
Baixe
Reimage (software de remoção) Felicidade
garantida
Baixe
Reimage (software de remoção) Felicidade
garantida
Compatível com Microsoft Windows Compatível com OS X

O que fazer se falhou?
Se falhou na remoção da infeção utilizando o Reimage, submeta uma questão à nossa equipa de apoio e providencie o maior número de detalhes possível.
Reimage é recomendado desinstalar software. Scanner gratuito permite que você verifique se o seu PC está infectado ou não. Se você precisar remover malwares, você tem que comprar a versão licenciada do Reimage ferramenta remoção de malware.

Mais informações sobre esse programa podem ser encontradas em Reimage revisão.

Mais informações sobre esse programa podem ser encontradas em Reimage revisão.
Impressões de em Reimage
Impressões de em Reimage

Últimos Vírus Adicionados à Base de Dados

Base de dados de Ferramentas Spam

Fevereiro 22, 2017

Vírus ransomware HakunaMatata

Vírus HakunaMatata: nome divertido esconde ameaça cibernética perigosa O vírus HakunaMatata é um novo malware encriptador de ficheiros que utiliza uma frase popular de “O Rei Leão”. Leia mais
Fevereiro 20, 2017

Vírus de Facebook “A sua página será despublicada"

Vírus de Facebook “a sua página será despublicada” obtém detalhes de login para piratear a sua conta de dere social O vírus de “A sua página será despublicada” é um novo tipo de esquema que circula hoje em dia no Facebook. Leia mais
Fevereiro 13, 2017

Vírus ransomware Sage 2.0

As características do ransomware Sage 2.0: O vírus Sage 2.0 é um descendente do vírus ransomware Sage que evoluiu inicialmente a partir da família do vírus CryLocker. Leia mais
Fevereiro 13, 2017

Vírus ransomware Spora

Ransomware Spora visa utilizadores de PC por todo o mundo Parece que o vírus Spora está prestes a ser o próximo grande jogador no mundo ransomware. Leia mais
Fevereiro 13, 2017

Vírus ransomware Sage

Ransomware Sage providencia uma interface amiga do utilizador O vírus Sage lembra-nos o ransomware Cerber, que providencia um website de pagamento pessoal informativo e bem organizado para cada vítima. Leia mais
Fevereiro 09, 2017

Vírus Luckypageing123.com

Luckypageing123 no seu navegador? Porque não deve considerar-se sortudo O vírus Luckypageing123.com é um programa potencialmente indesejado que possui todas as características de uma infeção sequestradora de browser. Leia mais
Fevereiro 08, 2017

Vírus DNSMystic

Porque está o meu computador lento e porque vejo tantos anúncios do DNSMystic no meu ecrã diariamente? Leia mais
Fevereiro 08, 2017

Vírus ransomware Satan

Kit ransomware Satan disponível na deep web: esperado aumento do número de ataques O vírus Satan é um daqueles vírus ransomware que são do tipo Ransomware-como-serviço. Leia mais
Fevereiro 06, 2017

Vírus ransomware Red Cerber

O Red Cerber continua a espalhar o pânico entre os internautas O vírus Red Cerber é o mais recente exemplo do famoso ransomware Cerber que causou estragos durante todo o ano 2016. Leia mais
Janeiro 26, 2017

Vírus ransomware Kraken

Breve análise ao vírus ransomware Kraken O vírus Kraken é um malware encriptador de ficheiros que visa os tipos de ficheiro mais populares e torna o ataque ainda mais doloroso para as vítimas. Leia mais
Janeiro 18, 2017

Vírus ransomware ODCODC

O que sabemos sobre o vírus ODCODC? Recentemente, especialistas em segurança anunciaram que descobriram uma nova variante do ransomware ODCODC que é um típico vírus de encriptação de ficheiros. Leia mais
Janeiro 11, 2017

Vírus MaskSearch.com

Aspetos a considerar antes de utilizar o MaskSearch.com Utilizadores do Google Chrome que estejam à procura de um novo motor de pesquisa poderão encontrar o vírus MaskSearch.com. Leia mais
Janeiro 09, 2017

Super PC Cleaner

Como pode o Super PC Cleaner violar o seu computador? O vírus Super PC Cleaner não é uma infeção cibernética típica, nem sequer um verdadeiro vírus. Leia mais

Informações atualizadas: 2016-10-20

Ler noutras linguagens

Ficheiros
Software
Compare
Goste de nós no Facebook